"A diferença entre a vida e a arte é que a arte é mais suportável." Bukowski

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Amar, imenso mar





Imensidão, vasto mar

discreto, aclamado amar

beleza, forma, luar

esplendor divino

calmo, feito o incerto olhar.

Posto, inquieto

diante da coragem a tomar

pensaria, pois melhor diria, logo arrancar.

Dizer-te-eis amor dos versos

disparar-te o peito, fuzilar.

Logo posto, desafio

pronto à beira, vasto mar

declaro então ao incerto e frio

imenso e vasto

antigo a-mar:

apresenta-te o amor

e seja apenas como vasto amar.



Louise Martins.

3 comentários:

D. Magni disse...

E finalmente depois desse tempão sem postar, tenho o prazer de ler mais uma 'obra' sua ! kkkk

Lindos versos, da mais linda dona!

Louise Martins disse...

Até parece que você também não é dono de lindos versos

=)

Carlos Pires disse...

Tu estás em mim como eu estive no berço
como a árvore sob a sua crosta
como o navio no fundo do mar

Mário Cesariny

Musique pour quelque chose


MusicPlaylistView Profile
Create a playlist at MixPod.com